Chuvas constantes deixam dois mortos no Estado do Rio

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 11 de dezembro de 2005 as 14:28, por: cdb

Duas pessoas morreram soterradas, devido as fortes chuvas que atingem o Estado do Rio de Janeiro, revelaram autoridades da Defesa Civil, neste domingo. Os incidente aconteceram nos municípios de Cachoeira de Macacu e Niterói. Em Cachoeira de Macacu, a chuva provocou o desabamento de uma casa na noite deste sábado, quando uma pessoa morreu e outras duas ficaram feridas.

A segunda morte ocorreu na manhã deste domingo, em Niterói. Uma menina de 3 anos ficou soterrada depois do desabamento de uma casa no bairro Itaipu. Os bombeiros disseram que a criança foi levada com vida para o hospital Mário Monteiro, mas não resistiu aos ferimentos. O Corpo de Bombeiros também registra que aumentou o número de municípios onde as chuvas causaram sérios transtornos, como queda de barreiras e alagamentos. Entre eles estão as cidades de Trajano de Moraes, Três Rios, Cantagalo, Cachoeira de Macacu, Petrópolis, Mangaratiba, Angra dos Reis, Parati, Nova Friburgo e Niterói.

Na Cidade do Rio de Janeiro, a chuva alagou várias ruas e tumultuou o trânsito. Na favela Nova Brasília, no complexo do Alemão (zona norte), uma pessoa ficou ferida com o desabamento de uma loja, por volta das 6h deste domingo. Um casarão localizado na rua Haddock Lobo, na Tijuca (zona norte), também desabou por conta da chuva. O casarão havia sido invadido por moradores de rua. A Defesa Civil informou que 34 pessoas ficaram desabrigadas. A previsão é de que continue chovendo durante todo o domingo. A Defesa Civil está em estado de alerta.