Chuvas causam 34 mortes no Rio

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 30 de janeiro de 2003 as 16:25, por: cdb

Subiu para 34 o número de mortos no Estado do Rio de Janeiro desde o dia 11 de janeiro, quando a cidade de Petrópolis, na região serrana, sofreu com deslizamentos e desabamentos. Desde o fim de semana oito pessoas morreram por causa das chuvas.

Ontem, Márcia Sanpedro Santos de Jesus, 37, morreu após ser resgatada pelo Corpo de Bombeiros de um desabamento em Fonseca, em Niterói.

De acordo com a Defesa Civil, a chuva desta madrugada provocou mais estragos. Em Charitas, aconteceu hoje de madrugada um deslizamento de terras que feriu parcialmente Daiana da Conceição Ribeiro.Em São Gonçalo, o temporal também causou ferimentos nos moradores Cíntia Maria da Cunha e Márcio Martins da Silva por causa de deslizamento de terra.

No interior, vários municípios continuam sendo castigados pelas chuvas. Os casos mais graves desta madrugada se localizaram em Engenheiro Paulo de Frontin e Paracambi.

Segundo a Defesa Civil há em Paracambi há 168 desalojados (retirados provisoriamente de suas casas por risco de desmoronamento ou enchente) e dois desabrigados (perderam suas casas); em Natividade tem 20 desalojados e 48 desabrigados; em Paty do Alferes, 217 continuam desalojados e 92 desabrigados; Valença apresenta 48 e 56, respectivamente; Campos, 12 desalojados; Trajano de Moraes, quatro desalojados e nove desabrigados; Barra do Piraí, 90 desalojados e 25 desabrigados.