Chuva já ameaça gramado de treino do Brasil

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 29 de maio de 2006 as 11:40, por: cdb

Após dois dias de chuvas intensas, o estado do gramado da Thermoplan Arena preocupa a todos em Weggis, local de preparação da Seleção Brasileira para a Copa do Mundo da Alemanha. Nesta segunda-feira, os organizadores correm contra o tempo para minimizar os problemas das poças d’água no campo .

Uma máquina faz pequenos buracos no campo para tentar drenar o excesso de água no solo. A Seleção Brasileira tem uma atividade marcada para a tarde de hoje – o técnico Carlos Alberto Parreira deve realizar um treino tático/técnico.

 Nesta terça-feira, quando não haverá treinos – já que o Brasil faz um jogo amistoso na Basiléia -, uma máquina maior vai tentar melhorar a estrutura subterrânea de drenagem da Thermoplan Arena.

Um dos mais assustados com a situação é Domenic Steiner, presidente da empresa que investiu cerca de US$ 1 milhão na estrutura.

– Eu paguei muito caro por esse gramado, então quero que a qualidade seja garantida – disse o suíço, que foi conferir de perto a situação do campo de treino ao lado dos organizadores da agência Attaro/Kentaro.

Depois de caminhar por alguns minutos pelo gramado, Steiner deixou o complexo sem conseguir esconder sua cara de preocupação.

– Os especialistas da empresa responsável pela instalação me disseram que tudo vai ficar bem. Tenho que acreditar – declarou.