Chuva diminui e São Paulo sai do estado de atenção

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 8 de janeiro de 2011 as 17:36, por: cdb

São Paulo – A chuva que atingiu a capital paulista durante a tarde de hoje (8) diminuiu e a cidade saiu do estado de atenção. Por volta das 17h30, todas as áreas monitoradas pelo Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da prefeitura estavam em observação, caracterizado quando não há mudanças significativas nas condições do tempo.

Mais cedo, o CGE havia colocado oito regiões em atenção, estado decretado quando a chuva tem potencial para provocar alagamentos. Durante as chuvas, a capital paulista chegou a registrar dez pontos de alagamento, cinco delas na região leste da cidade.

Ontem, a região leste também sofreu com enchentes. O Córrego Aricanduva transbordou devido aos 67 milímetros de chuva que caíram sobre sua cabeceira durante duas horas. Esse volume corresponde a 28% das chuvas esperadas para todo o mês naquela área.

Em outras cidades do estado, as chuvas também têm causado transtornos. Uma das áreas mais atingidas foi a do município de Atibaia, a 65 quilômetros da capital. O município fica às margens do Rio Atibainha. Com as chuvas, o rio transbordou e deixou cerca de 450 famílias desabrigadas.

Nesta tarde, o governador Geraldo Alckmin sobrevoou o local. Ele disse que, na segunda-feira (10), o Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE) vai iniciar estudos no Rio Atibainha para pôr fim às cheias.

“Este estudo deve apontar que precisamos desassorear o Rio Atibaia, limpar o canal, criar barreiras de contenção em alguns locais e construir um parque linear”, afirmou Alckmin, segundo comunicado divulgado pelo governo estadual. Alckmin também informou que o governo vai realizar um programa habitacional para realocar os desabrigados.

Edição: Lana Cristina