Chuva causa transtornos em Jacarepaguá

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 12 de junho de 2006 as 09:00, por: cdb

A chuva que antinge a cidade do Rio de Janeiro, desde as 21h desse domingo, causou pelo menos dois deslizamentos e inundou ruas da Zona Norte e da Zona Oeste. Na Taquara, em Jacarepaguá, um deslizamento na Estrada do Pau da Fome destruiu parte de uma casa no número 1965.  Em Curicica, outro deslizamento interditou uma das pistas da Estrada do Camorim. De acordo com a Defesa Civil, Jacarepaguá foi o bairro mais atingido pela chuva.

Durante a madrugada desta segunda-feira, a Defesa Civil recebeu 12 pedidos de socorro para Jacarepaguá, onde ruas ficaram inundadas. Em algumas casas, a altura da água chegou a um metro. Na Tijuca, o Rio Maracanã transbordou e também inundou várias ruas do bairro.

A chuva na cidade não é forte, mas permanecerá constante durante esta segunda-feira. A temperatura na capital varia entre 16ºC e 27ºC. A temperatura somente deve melhorar a partir desta terça-feira.

 Devido à baixa visibilidade, o Aeroporto Santos Dumont opera por instrumentos para manobras de pouso e de decolagem na manhã desta segunda-feira. Com exceção de cinco vôos Rio-São Paulo da Varig que foram cancelados na manhã desta segunda, os demais decolam sem atraso. O Aeroporto Internacional Tom Jobim opera sem restrições.

O motorista deve redobrar a atenção nas estradas e vias do Rio e de acesso à cidade devido à chuva, que deixa as pistas escorregadias. A visibilidade está prejudicada para o motorista que trafega pelo Alto da Boavista e pela Grajaú-Jacarepaguá na manhã desta segunda. O motorista deve redobrar a atenção ainda na Grajaú-Jacarepaguá, onde há alto índice de acidente em dias de chuva.