Chuva causa a morte de 21 pessoas em Minas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 10 de janeiro de 2007 as 15:44, por: cdb

A chuva em Minas Gerais já provocou a morte de 21 pessoas. Segundo levantamento da Defesa Civil do estado, 225.830 pessoas foram afetadas pela forte chuva – 12.643 foram desalojadas e 4.748 ficaram desabrigadas.

De acordo com a Defesa Civil, o termo desalojado indica que a pessoa teve de deixar sua residência e se abrigar, por um período, em um alojamento. Já desabrigado indica aquele que teve sua casa destruída.

O balanço foi atualizado nesta quarta-feira pelo órgão e reúne dados desde 1º outubro de 2006, quando começou o período de chuva em Minas. O levantamento mostra que a maioria dos óbitos – 17 – ocorreu no ano passado. A última morte registrada ocorreu nesta terça-feira em Gonçalves (MG), onde Antônio Camilo da Silva, de 47 anos, foi arrastado pela enxurrada.

Os dados mostram também que 69 municípios mineiros decretaram situação de emergência. Além disso, 3.002 casas foram danificadas e outras 746 destruídas. Segundo o levantamento, 266 pontes foram danificadas e 205 destruídas.

Na terça-feira quatro munícipios mineiros relataram situação adversa em decorrência da chuva: Santa Rita do Sapucaí, Bocaina de Minas, Bonfinópolis de Minas e Poço Fundo.

Em Bocaina, localizado a 391 quilômetros de Belo Horizonte, diversas estradas de acesso à zona rural ficaram interditadas. Já em Poço Fundo, a 395 quilômetros da capital, a chuva causou deslizamento de encostas e queda de barreiras por causa do aumento do nível das águas do Rio Machado.