Chuva afeta produção de água nas estações do Piraí e Cubatão

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 26 de janeiro de 2012 as 13:57, por: cdb

As fortes chuvas, principalmente no pé da serra, elevaram a turbidez da água captada para tratamento nas estações do Rio Piraí e Rio Cubatão. Quando isso acontece, os procedimentos de operação das estações levam mais tempo para conseguir deixar a água potável e as estações produzem menos água. Em consequência, o abastecimento de água em alguns bairros poderá ser afetado.

A previsão para o restabelecimento da produção normal de água depende da diminuição da turbidez dos rios. A Companhia Águas de Joinville (CAJ) solicita a compreensão dos moradores para o uso racional da água. As residências que possuem reservatórios de água não devem sentir os reflexos da falta de água.

O abastecimento pode ser afetado nos bairros Profipo, Boehmerwald, Itinga, Parque Guarani, Paranaguamirim, João Costa, Jarivatuba, Ulysses Guimarães, Adhemar Garcia e Fátima, que são abastecidos pelo sistema Cubatão; e América, Saguaçu, Centro, Atiradores, Anita Garibaldi, Floresta, Bucarein, Glória, São Marcos, Morro do Meio, Nova Brasília, Vila Nova e Santa Catarina, abastecidos pelo sistema Piraí.

A turbidez ficou elevada em função do aumento de folhas e sedimentos na água captada para tratamento. Na ETA Cubatão, a turbidez da água do rio chegou a cerca de 2500 unidades, quando o normal, em dias sem chuva, é até 10 UNT (Unidades Nefelométricas de Turbidez). Na ETA Piraí, chegou a mais de 100 unidades (o normal, sem chuva, é 1 UNT).

Saiba o que é turbidez:

Trata-se de uma característica física, medida em unidades (Unidades Nefelométricas de Turbidez – UNT), que indica a quantidade de substâncias em suspensão na água (areia, folhas e sedimentos em geral).

A turbidez no rio prejudica a qualidade da água que eu bebo?

A turbidez elevada no rio não prejudica a qualidade da água fornecida pela Companhia que segue os padrões definidos pelo Ministério da Saúde e regulamentados pela Anvisa. Por isso, quando a turbidez no rio está elevada, a produção de água é mais lenta justamente para garantir que a água fornecida continue dentro dos padrões de potabilidade exigidos.

Dúvidas e informações, ligue: 0800 723 0300

Assessoria de Comunicação
(47) 2105 1610
Twitter: @aguasdejlle
www.aguasdejoinville.com.br