Chirac inclui Fome Zero na reunião do G-8

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 1 de junho de 2003 as 17:56, por: cdb

O presidente francês Jacques Chirac disse neste domingo que vai incluir a proposta do presidente Luiz Inácio Lula da Silva para a criação de um fundo internacional de combate à fome, na reunião desta segunda-feira do G-8 (grupo dos sete países mais industrializados do mundo, mais a Rússia). Lula apresentou a proposta hoje, durante o encontro do “diálogo ampliado” que precedeu a reunião.

Na entrevista coletiva, Chirac disse ainda ter considerado muito lúcido e consistente o discurso de Lula, do qual citou alguns trechos, segundo informações do ministro da Fazenda, Antônio Palocci.

Pouco antes de Chirac, Lula reafirmou, em entrevista coletiva, a necessidade de os países em desenvolvimento se unirem para enfrentar as dificuldades.

– Eu saio daqui, mais convencido do que quando entrei, de que política se resolve, em primeiro lugar, com a boa relação e, em segundo, com propostas legítimas – afirmou o presidente brasileiro.

Ele destacou a importância da reunião do G-8 (o grupo dos sete países mais industrializados mundo e a Rússia), afirmando que, pela primeira vez, os países ricos se preocuparam em ouvir os países em desenvolvimento e buscar saídas para a crise econômica.

Lula também comentou que é “plenamente possível ” que os países ricos se debrucem sobre sua proposta de criação de um fundo internacional contra a fome. Ele citou a declaração do presidente francês Jacques Chirac de que apóia totalmente a proposta.

“Saímos daqui também com a certeza de que não precisamos ficar esperando que o G-8 nos convide para fazer uma reunião. Precisamos nós tomar a iniciativa”, declarou Lula, em mais uma referência à importância da união dos países em desenvolvimento. Desde que chegou a Lausanne (Suiça), ele mantém encontros bilaterais com presidentes de países da África, Europa e Ásia.