Chirac apóia criação de comitê contra fome

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 23 de setembro de 2003 as 16:50, por: cdb

O presidente da França, Jacques Chirac, apoiou a proposta feita pelo presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, de criar um comitê internacional de luta contra a fome. A declaração de Lula foi feita durante seu discurso na abertura da 58ª Assembléia Geral da ONU, hoje em Nova York.

Jacques Chirac recomendou, entretanto, a busca de fontes de financiamento “originais”. O presidente francês disse que o seu país aprova a iniciativa apresentada por Lula, e que os dois conversaram sobre a proposta durante o encontro que tiveram ontem.

Chirac garantiu que a “França se associará imediatamente ao processo de criação desse comitê”. Ele advertiu porém que qualquer que seja a boa vontade dos países, as contribuições que possam ser dadas voluntariamente a esse fundo não serão suficientes. “Será necessário encontrar financiamento original, adaptado e complementar”, acrescentou.

O presidente francês se disse partidário de taxar os lucros gerados pela globalização. Chirac explicou que o aumento das trocas comerciais derivadas do fenômeno da globalização são “muito importantes e visíveis e levaram a um aumento sensível dos lucros, o que é normal e desejável, porque são um elemento essencial para o desenvolvimento”.

Jacques Chirac considerou que seria normal que esses lucros fossem taxados, e declarou que a renda gerada por esse imposto Poderia fortalecer o fundo. Chirac se mostrou ainda favorável a uma ampliação no número de vagas no Conselho de Segurança da ONU, o que poderia incluir o Brasil.