Chinaglia quer atrair PSDB para sua campanha

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 10 de janeiro de 2007 as 21:18, por: cdb

Depois de receber o apoio da bancada do PMDB, o deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), candidato à presidência da Câmara dos Deputados, dará os próximos passos para atrair o PSDB para a sua campanha.

– Todos os contatos que mantive com o PSDB mostram que não é verdade que eles tenham apoiado qualquer candidatura. A decisão tomada pelo PMDB terá um peso importante no PSDB na medida em que várias lideranças do partido têm dito que respeitarão o critério da proporcionalidade partidária (os partidos com maior bancada fazem as primeiras indicações para a Mesa Diretora da Câmara) -, disse.

Nesta quinta-feira, Chinaglia terá uma série de compromissos em Porto Alegre, entre eles um café da manhã com toda a bancada gaúcha representada na Câmara dos Deputados.

O candidato petista à presidência da Câmara obteve um importante reforço à sua campanha nesta terça-feira. Oficialmente, a bancada do PMDB decidiu se engajar à candidatura de Chinaglia num processo de votação secreta onde 59 parlamentares registraram suas preferências, de uma bancada de 90 deputados que representará o partido a partir de 1º de fevereiro. Destes, 40 declararam preferência pela candidatura de Chinaglia, que obteve ainda seis votos por procuração, ou seja, de parlamentares que encaminharam à direção do partido suas preferências, mas não estavam presentes.

Chinaglia disse que, a partir de agora, buscará construir a maioria necessária para garantir sua vitória junto a outros partidos.

A eleição para a presidência da Câmara será realizada no dia 1º de fevereiro, por votação secreta.