Chávez afronta EUA e fecha acordo militar

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 26 de novembro de 2005 as 12:32, por: cdb

Ministro da Defesa espanhol, Jose Bono chegou à Venezuela neste sábado para assinar um acordo militar o qual se opõe os Estados Unidos. A Espanha concordou em vender barcos de patrulhamento e aviões de transporte para a Venezuela em um acordo estimado em mais de US$ 1.5 bilhões. Os dois países insistem que o equipamento será usado para fins pacíficos, como o combate de traficantes de drogas.

Os EUA, entretanto, consideram o presidente venezuelano, Hugo Chavez, uma fonte de instabilidade para a região.

Dentro da lei

O embaixador americano na Espanha pediu para que o governo do país não concretize a venda. Ele disse que Washington estava considerando se permitiria que a Espanha vendesse equipamento feito com tecnologia americana, que necessitaria de uma licensa de exportação dos Estados Unidos.

A vice-premiê espanhola, Teresa Fernandez de La Vega, disse que o acordo foi negociado dentro de um “escrupuloso respeito às leis internacionais”. O web site do jornal espanhol ABC disse cita o presidente Chavez dizendo que o acordo será assinado na segunda-feira. A venda foi acertada durante a visita de dois dias do primeiro-ministro espanhol, Jose Luis Rodriguez Zapatero, à Venezuela em março.