‘Chanceler’das Farc é acusado de treinar guerrilheiros

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 12 de fevereiro de 2005 as 18:58, por: cdb

Um procurador colombiano somou neste sábado uma acusação ao rebelde Ricardo González, conhecido como “Rodrigo Granda”, cuja detenção deteriorou as relações com a Venezuela, ao apontá-lo como suposto instrutor das Farc na fabricação de bombas.

Fontes oficiais disseram que “Granda”, acusado de rebelião, também tem nas costas a acusação de treinar guerrilheiros das Farc na fabricação de explosivos. A Procuradoria apresenta como suporte da nova acusação uma fotografia na qual aparece “Granda” vestido com uniforme militar em uma aula de treino a um grupo de guerrilheiros.

As fontes acrescentaram que se dispõe, além disso, de depoimentos de quatro guerrilheiros que teriam recebido instrução do “chanceler” das Farc, e confissões do próprio rebelde que admitiu em uma entrevista que fabricava minas antipessoais.