CERCA DE VINTE PESSOAS ESTÃO NA MIRA DOS INVESTIGADORES NO CASO VATILEAKS

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 27 de agosto de 2012 as 09:59, por: cdb

CIDADE DO VATICANO, 27 AGO (ANSA) – Cerca de 20 pessoas ainda devem ser investigadas pela Santa Sé devido à divulgação de documentos secretos do Vaticano, caso que ficou conhecido como “VatiLeaks”, informaram fontes locais à ANSA.
   
A primeira parte do inquérito, que trata da apropriação de documentos privados do papa Bento XVI, já levou à prisão domiciliar o mordomo Paolo Gabriele, que será julgado por furto agravado.
   
Ainda não podem ser divulgados, porém, o nome das outras pessoas que estão sendo investigadas, até porque a próxima fase da investigação não é formalmente aberta.
   
Mas o certo é que são cerca de 20 indivíduos investigados por participação na difusão dos documentos privados do Vaticano. (ANSA)