CBF vence queda de braço na justiça

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 26 de julho de 2002 as 11:49, por: cdb

O Superior Tribunal de Justiça cassou, ontem (25/07), as liminares que garantiam a inclusão de Santa Cruz e Caxias na Série A do Campeonato Brasileiro. Edson Vidigal, presidente interino do STJ, acatou a medida cutelar movida pela CBF e proibiu que o Judiciário interfira novamente na competição.

Agora o campeonato terá a sua realização de acordo com a tabela original organizada pela CBF. Assim, o Figueirense permanece na Séria A, totalizando 26 clubes no Brasileirão, que começará dia 10 de agosto.

Caxias do Sul e Santa Cruz conseguiram liminares na Justiça comum, obrigando a CBF a incluí-los na primeira divisão do Brasileiro. Botafogo-SP, Sport e América-MG também tinham anunciado que iriam recorrer à justiça para terem o direito a uma vaga na elite do futebol. Porém, com a decisão do STJ, os juízes estaduais estão impedidos de emitirem concessões.

Carlos Eugênio informou que a CBF irá notificar a FIFA – Federação Internacional de Futebol, sobre os casos de Caxias e Santa Cruz, que recorreram à justiça comum. De acordo com o estatuto da FIFA, os clubes são proibidos de recorrerem ao Poder Judiciário.