Cavallo diz que a Argentina não é “porquinho da índia”

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 14 de agosto de 2001 as 19:51, por: cdb

O ministro da Economia da Argentina, Domingo Cavallo, afirmou que o país não será “conejillo de índias” (“porquinho da índia”, cobaia) de experimentos como desvalorização ou reestruturação de dívidas. “As experiências nos mostram que os países que seguiram esse caminho sofreram conseqüências terríveis, como Equador, Indonésia e Rússia”, afirmou Cavallo, em um discurso a industriais do setor de construção.

A Argentina enfrenta ataques especulativos contra seus títulos, em razão da desconfiança do mercado sobre a capacidade de o país honrar US$ 128 bilhões em dívidas, o equivalente a 45% do Produto Interno Bruto, e sobre as especulações em relação à desvalorização do peso, atrelado ao dólar pela lei da conversibilidade desde 1991.

“Esses cantos de sereia é que são os motivos que estão prolongando as discussões que a delegação argentina está mantendo com o Fundo Monetário Internacional (FMI), em Washington”, declarou Cavallo. Para o ministro, alguns estrangeiros querem que o país volte à hiperinflação.