Catracas eletrônicas de ônibus são aprovadas no Rio

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 22 de outubro de 2003 as 00:01, por: cdb

A Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro aprovou nesta terça-feira o substitutivo do projeto que institui o sistema de catracas eletrônicas nos ônibus. A implementação do sistema deve ser iniciada até 360 dias após a sanção da lei. A proposta gerou revolta entre estudantes da rede pública, que temem a limitação do passe livre a 60 viagens mensais.

A manifestação dos estudantes contra o projeto foi reprimida com violência pela Polícia Militar. Cerca de 200 adolescentes que interditavam a Rua Primeiro de Março, uma das mais movimentadas do centro, foram agredidos por policiais com chutes e golpes de cassetete. Um PM perseguiu um estudante de 16 anos empunhando um fuzil apontado em sua direção.

Durante a confusão, o vidro de um ônibus foi quebrado por estudantes, um oficial da PM deu um soco no rosto de um adolescente e uma menina de 15 anos que protestava deitada na pista foi agredida na cabeça. Uma bomba de gás foi lançada contra os manifestantes.

O comandante do 13.º Batalhão da PM, Giovani Laropresi, afirmou que houve “apenas uma ação policial para desobstruir a via pública”.

– A criançada partiu para cima dos policiais e, como não há liderança, fica difícil controlar. Fatos isolados não comprometem o trabalho – disse ele, referindo-se às agressões.