Carro-bomba explode durante casamento no Iraque

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 21 de janeiro de 2005 as 19:08, por: cdb

Um carro-bomba explodiu nesta sexta-feira na cidade de Yusufiyah, ao sul de Bagdá, matando várias pessoas que participavam de uma festa de casamento.

O número de mortos e o alvo do ataque ainda não estão claros. Dezenas de feridos foram levados a um hospital em Bagdá.

Sobreviventes citados pela agência de notícias Reuters afirmam que havia mais de uma dezenas de mortos no local atingido.

Horas antes, outro carro-bomba havia sido detonado perto de uma mesquita, em Bagdá, matando pelo menos 14 pessoas. Outras 40 pessoas ficaram feridas na ação.

Feriado islâmico

A bomba explodiu na região sudoeste da capital iraquiana, onde fiéis xiitas estavam celebrando uma importante data do calendário muçulmano – a Festa do Sacrifício.

O ataque se enquadra no perfil de uma série de ações contra alvos xiitas, na medida em que se aproxima a eleição iraquiana, no final do mês.

Os xiitas tendem a apoiar a eleição, enquanto líderes da minoria sunita estão fazendo campanha por um boicote.

Após a explosão na mesquita de Bagdá, homens, mulheres e crianças feridos foram levados a um hospital nas proximidades.

Vários carros pegaram fogo com a explosão, que ocorreu após as orações da manhã.
Este foi o segundo ataque nesta semana a uma mesquita xiita em Bagdá.

O primeiro, realizado na quarta-feira, não causou vítimas.

Ao norte de Bagdá, um soldado americano e um suposto insurgente foram mortos durante uma operação das forças americanas em Duluiya.

Ainda nesta sexta-feira, uma fita aparentemente gravada pelo líder insurgente Abu Musab Al-Zarqawi alertou que a luta contra as forças lideradas pelos Estados Unidos vai continuar por vários anos.

Na fita, Zarqawi acusa os xiitas de atacar muçulmanos sunitas em Falluja “com a bênção” de seu mais respeitado líder, o aiatolá Ali al-Sistani.