Cariocas se preparam para receber o Ano-Novo e ruas do centro têm pouco movimento

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 31 de dezembro de 2010 as 10:35, por: cdb

Rio de Janeiro – As ruas do centro do Rio de Janeiro, normalmente cheias de motoristas e pedestres apressados nos dias úteis, têm hoje (31) pouco movimento. Com boa parte dos funcionários públicos em recesso ou ponto facultativo e muitas empresas e lojas de portas fechadas, os cariocas aproveitam o último dia do ano para dormir até mais tarde, dar conta dos últimos preparativos para as comemorações da noite ou ainda fazer um programa típico: ir à praia, já que o sol aparece tímido nesta manhã, mas garante temperaturas em elevação, que podem chegar perto dos 30 graus Celsius.

Para quem cumpre escala, não tem jeito. Se o plantão cair no dia 31, o negócio é trabalhar. É o caso do segurança Valdemir de Matos, de plantão em um prédio comercial no centro da cidade. Segundo ele, que já perdeu a conta de quantas vezes trabalhou na virada do ano, é preciso disposição para sair de casa, mas à meia-noite a festa é garantida mesmo de uniforme.

“Já estou até acostumado porque sempre trabalho ou no Natal ou no Ano-Novo. Mas a gente dá um jeitinho. Quando está perto da virada, a gente junta os colegas e vai todo mundo para o terraço do prédio ver os fogos. Cada um também traz alguma coisa, rabanada, frango, farofa, refrigerante e a gente comemora junto”, contou.

A auxiliar de serviços gerais Maria José de Oliveira, que também não conseguiu folgar hoje, diz que pelo menos vai sair mais cedo para dar conta dos preparativos da festa em sua casa.

“Precisei trabalhar, mas vou sair no fim da manhã e correr para o supermercado para terminar de comprar as coisas. Mas no fim tudo dá certo, o importante é reunir a família e os amigos e torcer por um ano ainda melhor”, disse.

No Rio de Janeiro, 2 milhões de pessoas devem se reunir para comemorar a chegada de 2011 na Praia de Copacabana, zona sul, onde haverá queima de fogos por 20 minutos, acompanhada por uma trilha musical com luzes e raios laser. O espetáculo será baseado no tema Década de Ouro do Rio de Janeiro, que começa em 2011, seguida da Copa do Mundo, em 2014, do aniversário de 450 anos da cidade, em 2015, e das Olimpíadas, em 2016. Haverá efeitos especiais, com fogos que formarão desenhos no céu de Copacabana.

Quem for à Penha, na zona norte, também poderá assistir à queima de fogos preparada pela prefeitura, em torno da Igreja da Penha, para comemorar, além da virada do ano, a libertação da Vila Cruzeiro e do Complexo do Alemão pelas forças de segurança.

Além disso, os cariocas e os turistas poderão assistir à queima de fogos em três pontos da cidade: na Barra da Tijuca, na Praia do Flamengo e no Piscinão de Ramos.

Edição: Juliana Andrade