Candidatura de Londres vive outra dor de cabeça com protesto

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 1 de fevereiro de 2005 as 19:20, por: cdb

Menos de 48 horas depois de Sebastian Coe ser forçado a defender a candidatura de Londres para receber a Olimpíada de 2012, os organizadores encaram outra dor de cabeça depois que manifestantes anunciaram os planos de atrapalhar a visita de inspeção na cidade.

O grupo NoLondon2012 está correndo atrás de apoio para demonstrar a insatisfação com a candidatura da cidade quando o grupo de especialistas do Comitê Olímpico Internacional (COI) estiver na cidade em 19 de fevereiro.

O grupo está pedindo para as pessoas “levarem bolas de praia, roupas de mergulho, roupas de esporte e apitos” para o que estão chamando de Jogos Populares.

– Venha mostrar ao COI que HÁ oposição em Londres, e que ela é ativa e criativa – disse o site oficial do grupo. – Esta pode ser uma das nossas poucas chances de acabar com a proposta no caminho.

O grupo, uma união de comunidades da região leste de Londres, pretende realizar a manifestação no último dia da inspeção de quatro dias na capital inglesa.

A equipe de especialistas, encarregada de examinar as aspirantes — Madri, Londres, Nova York, Paris e Moscou –, irá viajar para a capital espanhola esta semana na primeira etapa de uma jornada que irá decidir qual candidatura será bem-sucedida.

Nas próximas sete semanas, a comissão ficará quatro dias em cada cidade. A vencedora será anunciada em sessão do Comitê Olímpico Internacional, em Singapura, no dia 6 de julho.

A equipe, que tem 12 integrantes e é liderada pelo marroquino Nawal El Moutawakel, campeão dos 400m com barreiras nos Jogos de 1984, irá se encontrar com os chefes das candidaturas e governantes locais durante as visitas. As opiniões dos inspetores deverão ser anunciadas em maio.