Candidato do governo diz no Ceará que está à esquerda do PT

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 15 de outubro de 2002 as 20:04, por: cdb

Candidato da Grande Aliança PSDB-PMDB à presidência da República, José Serra disse na tarde desta terça-feira que, se eleito, fará mais mudanças que o PT. “Nós, na Presidência da República, vamos fazer mais mudanças que o PT faria. Nós estamos mais à esquerda”, afirmou. “Esquerda não é discurso. É enfrentar os interesses na prática”.

Ele fez essas afirmações em discurso no Balneário Cedro Clube, para uma platéia de cerca de 90 prefeitos do interior do Ceará e lideranças políticas. Pediu o voto de todos e conclamou os presentes a criarem “uma ventania eleitoral” até 27 de outubro, que “cada um saia soprando para fazer essa ventania, que vai conduzir o barco de nossa campanha ao porto da vitória”.

No discurso, ele fez críticas às administrações petistas, citando o caso da própria cidade de Quixadá, administrada pelo petista Ilário Marques que, segundo Serra, teria reduzido o número de agências do programa “Saúde da Família”. O candidato se comprometeu a reforçar todos os programas sociais do governo. “Tudo aquilo que for bom vamos manter. Vamos fazer isso sem deixar voltar os problemas do passado, como a inflação. Tudo aquilo que tem de bom do governo Fernando Henrique vai ser reforçado. Não porque Fernando Henrique é meu amigo, mas porque é importante para as pessoas”.