Camisinha colocada em 1 segundo é lançada na África do Sul

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 9 de novembro de 2006 as 19:15, por: cdb

Camisinhas que, segundo os fabricantes, podem ser colocadas em apenas um segundo começaram a ser vendidas nesta semana na África do Sul. As camisinhas Pronto podem ser colocadas sem que o usuário precise retirá-las da embalagem. Ao invés, embalagem é aberta no meio e serve como aba para que a camisinha seja desenrolada diretamente no pênis. Só então a embalagem é descartada.

– Usar uma camisinha normal é muito chato -, disse o criador da Pronto, Willem van Rensburg.

– Quando a camisinha finalmente está no lugar, o clima já foi para o espaço – , explicou.

Com novo preservativo, segundo ele “se você for devagar, levará três segundos para colocar”. “Mas você realmente pode colocar em apenas um segundo”. Van Rensburg disse que espera encorajar os sul-africanos a usarem camisinhas, já que o país tem 5.5 milhões de pessoas infectadas com o vírus HIV, um dos maiores índices do mundo.

Ele afirmou que analisou as razões da epidemia de Aids no país e descobriu que um dos principais fatores é o baixo índice de uso de camisinha, que acontece principalmente porque as pessoas acham o preservativo difícil de colocar.

– As pessoas acham que ela corta o clima e estão dispostas a arriscar -, disse.

O comercial da camisinha Pronto, que pode ser visto no site da empresa, utiliza imagens de episódios envolvendo conhecidos dois políticos sul-africanos, o ex-vice-presidente Jacob Zuma e a ministra da Saúde Manto Tshabalala-Msimang.

Para destacar a importância e eficácia protetora da camisinha em um país onde ainda há opiniões diferentes sobre as melhores formas de prevenção e tratamento de Aids, o comercial utiliza imagens de Zuma dizendo em um tribunal que tomou banho depois de fazer sexo sem proteção com uma mulher que era HIV positivo para evitar contrair o vírus.

Já Tshabalala-Msimang é conhecida como “Dra. Beterraba” por seus conselhos para que os soropositivos comam alimentos nutritivos como alho e beterraba. Por enquanto, as camisinhas Pronto só estão sendo vendidas na África do Sul.