Café Filosófico traz a escritora Heloisa Bolelli

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012 as 15:37, por: cdb

Ribeirão Preto, 28 de Fevereiro de 2012

Café Filosófico traz a escritora Heloisa Bolelli
Lançando seu livro de crônicas “Gato de Pelo Dourado”, escritora participa do evento cultural, nesta terça-feira, dia 28, no Café do Theatro Pedro II

 

Divulgação

Heloisa Bolelli é membro honorário da Academia Ribeirãopretana de Letras

 
Vencedora da 4ª edição do projeto Grandes Empresas na Literatura, realizado durante o mês de maio de 2011, a escritora ribeirão-pretana, Heloisa Bolelli, participa nesta terça-feira, dia 28, do Café Filosófico, além de lançar o livro ‘Gato de Pelo Dourado’ no Café do Theatro Pedro II, a partir das 18h30. Idealizado pela Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria da Cultura, Instituto do Livro, Comitê Proler e apoio da iniciativa privada, o projeto “Grandes Empresas na Literatura” contemplou a categoria “Crônica”.

Segundo o presidente do Instituto do Livro, Edwaldo Arantes, o projeto tem por objetivo destacar grandes talentos da literatura. “A Prefeitura tem desenvolvido diversas ações de fomento à literatura, bem como o trabalho para a descentralização das atividades culturais. Por meio destas ações tem sido possível o reconhecimento e valorização dos artistas locais”, afirmou Arantes.

“É uma oportunidade para que os produtores literários possam divulgar suas obras”, explica a secretária da Cultura, Adriana Silva. “Grandes talentos têm sido descobertos, contribuindo para a literatura e disseminação da cultura local”, afirma Adriana.

Heloísa Bolelli – Natural de Ribeirão Preto, Heloísa Bolelli cursava o 2º ano de Jornalismo na Faculdade de Comunicação da Unaerp quando começou a estagiar no jornal O Diário. O prazer e a paixão pela escrita, derivados da leitura, foram então se ampliando. Conciliando carreira e família, viu suas matérias publicadas em diversos veículos de Ribeirão Preto, igualmente realizando trabalhos em várias empresas como assessora de imprensa.

“As crônicas reunidas no livro “Gato de Pelo Dourado” revelam essa vontade em escrever, da ânsia em preencher folhas em branco. É um ver com meus próprios olhos, tirando minhas conclusões, emprestando uma roupagem poética às cenas prosaicas. A ideia de reuní-las em livro aconteceu a partir de uma crônica em especial, homenagem ao meu neto”, afirma Heloísa Bolelli.