Bush: “Não aceitaremos outro resultado que não a vitória”

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 20 de março de 2003 as 08:36, por: cdb

As forças americanas iniciaram um ataque contra “alvos militares circunstanciais” no Iraque, anunciou o presidente dos EUA, George W. Bush na noite de quarta-feira (pelo horário de Washington).

Bush descreveu a ação como o início de uma operação para “desarmar o Iraque e libertar seu povo”. “Agora que o conflito começou, a única forma de limitar sua duração é aplicar uma força decisiva”, disse Bush em mensagem à nação. “Não aceitaremos outro resultado que não a vitória.”

O presidente falou quando cerca de 300.000 soldados estavam estacionados ao redor do Iraque, prontos para lançar um feroz ataque para derrubar Saddam Hussein.

“Sob minha ordem, as forças de coalizão começaram a atacar alvos de importância militar circunstancial para debilitar a capacidade de resposta de Saddam Hussein”, disse o líder americano. “Estas são as ações de abertura do que será uma campanha longa e coordenada”.

Como dissera em várias ocasiões, Bush declarou que os Estados Unidos “não têm outra ambição no Iraque que não seja a de eliminar uma ameaça. Nossas forças estarão de volta tão logo tenham cumprido sua missão”.

Os ataques começaram com mísseis de cruzeiro Tomahawk e bombas de precisão lançados pelos Nighthawks F-117, os aviões de combate “invisíveis” das Forças Armadas, disseram fontes do Exército.

Bush se dirigiu à nação cerca de duas horas depois do fim do prazo do ultimato dado por ele a Saddam Hussein para abandonar o Iraque com sua família ou encarar a guerra.

Minutos antes da mensagem de Bush, seu porta-voz Ari Fleischer dissera que “as etapas iniciais” do desarmamento do regime iraquiano havia começado.