Bush anunciará medidas para isolar Fidel Castro

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 10 de outubro de 2003 as 10:28, por: cdb

O presidente norte-americano, George W. Bush, aumentará as pressões contra seu colega cubano, Fidel Castro. Bush deve impor mais restrições de viagem à ilha caribenha, entre outras ações. O anúncio das medidas será feito nesta sexta-feira em um discurso na Casa Branca.

A mensagem “tem a ver com tornar mais difícil a obtenção de autorizações de viagem para Cuba”, contou o responsável, que pediu para não ser identificado. O discurso está programado para 11h10 locais (12h10 de Brasília).

“Bush vai divulgar um relatório dos nossos esforços para manter pressão sobre o governo de Fidel. O presidente falará sobre seu longo apoio ao povo cubano e suas aspirações e luta pela liberdade e a democracia”, acrescentou um alto funcionário do governo dos EUA.

Em 10 de outubro, uma data patriótica cubana, comemora-se o Grito de Yara (1868), quando se iniciou a campanha militar para conseguir a independência da ilha da Espanha.

Antes do discurso de Bush, a conselheira de Segurança Nacional, Condoleezza Rice, dará uma coletiva de imprensa sobre o mesmo tema, contou um dos funcionários. O Conselho de Segurança Nacional não divulgou, porém, sua agenda oficial.

“Há um evento previsto na Casa Branca na sexta-feira e haverá uma coletiva de imprensa sobre Cuba”, afirmou outro funcionário americano, revelando que vários altos funcionários da administração Bush vão anunciar um endurecimento das sanções contra a ilha comunista, governada há mais de 40 anos por Fidel Castro.