Buscas ao avião que transportava Martinez são suspensas por nevoeiro

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 4 de outubro de 2003 as 22:32, por: cdb

O Corpo de Bombeiros de Guaratuba, no litoral do Paraná, suspendeu as buscas, na noite de sábado, as buscas ao bimotor em que viajavam o deputado federal José Carlos Martinez e mais três pessoas.

O forte nevoeiro da região de Salto Parati, onde se suspeita que a aeronave tenha caído, prejudicou a tentativa de resgate. Segundo a Casa Militar do Paraná, o trabalho deve recomeçar às seis horas.

Alguns moradores da vila afirmaram às autoridades que ouviram barulhos similares a explosões, que podem ter sido do avião. Além de Martinez, viajavam o assessor João Luiz, o amigo André Surugi e o comandante Cláudio Luiz da Luz. A aeronave decolou às 6h20 do aeroporto do Bacacheri, em Curitiba, com destino a Santa Catarina.

Segundo o Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle do Tráfego Aéreo (Cindacta), que controla o tráfego aéreo, a aeronave ficou sem contato cerca de 15 minutos após a decolagem. Para auxiliar no resgate, a Polícia Militar deslocou um helicóptero para buscas noturnas, e a Força Aérea Brasileira (FAB) enviou um avião que partiria de Campo Grande (MS), com chegada prevista para a manhã de domingo.

O deputado federal José Carlos Martinez disputou a eleição para governador do Paraná em 1990, quando foi derrotado por Roberto Requião no segundo turno. Na época, Martinez se tornou proprietário da Rede OM de televisão, negociação que teve o aval do então presidente Fernando Collor, a quem apoiou na disputa presidencial.

Na última campanha presidencial chegou a coordenar a campanha do então candidato Ciro Gomes e, depois, apoiou Luiz Inácio Lula da Silva.