Brasileiros encaminham à Embaixada do Sri Lanka pedidos de adoção

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 6 de janeiro de 2005 as 15:21, por: cdb

A Embaixada do Sri Lanka, em Brasília, já recebeu vários pedidos de casais brasileiros interessados em adotar crianças que perderam os pais na catástrofe provocada pelas ondas gigantes naquele país. A informação foi dada pelo cônsul do Sri Lanka no Rio de Janeiro, Sohaku Bastos, em entrevista à Radiobras.

Segundo ele o maior número de pedidos é de casais cariocas. Bastos informou que o assunto está sendo tratado pela embaixada, sob orientação das autoridades diplomáticas brasileiras. Ele revelou que milhares de crianças órfãs no Sri Lanka estão sendo abrigadas e cadastradas por equipes do governo e do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).

Bastos também informou que o Rio de Janeiro passou a concentrar as doações feitas em todo o país. Hoje, o cônsul recebeu doações de São Paulo e de Brasília. Ele disse que a campanha “SOS Sri Lanka” não tem prazo para terminar, pois as necessidades são muitas no seu país, que também passa por problemas econômicos.

Até agora, segundo o cônsul, já foram arrecadadas 346 toneladas entre alimentos não perecíveis, remédios, água e agasalhos, com expectativa de chegar às 500 toneladas com as doações que ainda estão nos batalhões da Polícia Militar Fluminense. O cônsul informou que as doações deverão ser transportadas para o Sri Lanka de navio e de avião.

O cônsul destacou que a estação das monções, com ventos fortes e chuvas torrenciais, está chegando e vai agravar ainda mais o quadro de calamidade no país. Segundo ele, existem hoje mais de um milhão de pessoas desabrigadas no Sri Lanka.