Brasil tem 241 rotas de tráfico de pessoas para exploração sexual

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 2 de julho de 2003 as 15:39, por: cdb

O Brasil tem 241 rotas terrestres, marítimas e aéreas de tráfico de crianças, jovens e mulheres para a exploração sexual no exterior e no interior do país.

O destino principal dessas vítimas é a Espanha, para onde há 33 rotas, seguida pela Holanda (11 rotas), Venezuela (10 rotas), Itália (9 rotas) e Portugal (8 rotas).

Segundo dados da Pesquisa Nacional sobre Tráfico de Mulheres, Crianças e Adolescentes (Pestraf), realizada pela Organização dos Estados Americanos (OEA) e pelo Centro de Referência, Estudos e Ações sobre a Criança e o Adolescente (Cecria), a maioria dessas rotas é acobertada por uma rede de fachada de empresas de turismo, moda, transporte e entretenimento.

O perfil das vítimas mostra que a maioria pertence a famílias de baixa renda e escolaridade, habita a periferia de espaços urbanos, mora com familiares, e geralmente já sofreu algum tipo de violência sexual dentro de casa.

Os resultados da pesquisa foram apresentados nesta quarta-feira à Comissão Parlamentar Mista de Inquérito sobre exploração sexual de crianças e adolescentes, no Senado Federal.