Brasil oferece ajuda à Bolívia no combate à frebre aftosa

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 6 de fevereiro de 2007 as 17:43, por: cdb

O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Luís Carlos Guedes, confirmou que o governo brasileiro pretende cooperar com a Bolívia para controlar os focos de febre aftosa no país vizinho. A declaração foi dada nesta segunda-feira após o ministro ter participado de um encontro com executivos do agronegócio da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

Segundo o ministro, na última sexta-feira, o embaixador brasileiro em La Paz se reuniu com a ministra do Desenvolvimento Rural e Agropecuário da Bolívia, Susana Rivera, a fim de oferecer o apoio brasileiro. Segundo Guedes, a ministra teria dito que aceitaria a ajuda brasileira.

– Colocamos à disposição a nossa experiência. Hoje à tarde uma missão de técnicos brasileiros está indo (a Bolívia) para oferecer a colaboração do Ministério da Agricultura brasileiro ao ministério boliviano com vistas a controlar estes focos de febre aftosa -, disse Guedes.

Na última semana, o ministério também realizou uma reunião com fazendeiros dos quatro estados que fazem fronteira com a Bolívia para definir um plano emergencial de reforço às ações de fiscalização. A proposta é que, em parceria com o ministério, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Acre e Rondônia ampliem o número de barreiras fiscais agropecuárias na região.

No último dia 29, após saber da ocorrência de um foco de febre aftosa no Departamento de Santa Cruz, na Bolívia, o governo brasileiro proibiu a entrada de animais, produtos e subprodutos bolivianos em território brasileiro.

Amorim garantiu que a ação está de acordo com as prioridades brasileiras para o setor.