Brasil luta por vaga no Conselho de Segurança da ONU

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 24 de setembro de 2003 as 02:33, por: cdb

De acordo com o ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, a participação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva na 58ª Assembléia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) serviu para impulsionar a candidatura do Brasil a uma vaga permanente no Conselho de Segurança da instituição.

– Houve um impulso, sim, resultante de um esforço contínuo do Brasil num processo que será longo e complexo – disse Amorim.

– É uma reforma que tem que ser aprovada por dois terços dos membros do Conselho e depois ratificada por eles. Além disso, os cinco membros permanentes também têm que aprovar – falou.

Segundo Amorim, a entrada do Brasil no Conselho de Segurança, que passa necessariamente pela reforma do órgão, faz parte do imperativo de que as decisões da ONU adquiram efetividade.