Brasil deverá ter cadeira no Conselho de Segurança da ONU

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 23 de outubro de 2003 as 10:09, por: cdb

A eleição na Assembléia Geral das Nações Unidas (ONU), marcada para esta quinta-feira, deverá levar o Brasil de volta à cadeira de membro não-permanente do Conselho de Segurança a partir de janeiro de 2004. Hoje, o posto pertence ao México.

Se confirmada a escolha do Brasil, será a nona vez que o país ocupa a posição nos 58 anos de existência da ONU. O Conselho de Segurança é responsável pela paz e pela segurança internacional e suas decisões podem ter poder legal ante os 191 membros da ONU.

A candidatura brasileira foi endossada por unanimidade pelo grupo regional da ONU que reúne os países da América Latina, o Grulac. A Argentina foi responsável pela apresentação da candidatura brasileira. Em 2004, o país vizinho pretende se candidatar à vaga que está nas mãos do Chile até dezembro do ano que vem.

A Argentina é a maior concorrente do Brasil na corrida por uma vaga permanente no Conselho de Segurança da ONU. A candidatura do Brasil tem o apoio de diversos países, como Alemanha e França, este último membro permanente do conselho.

Argélia, Benin, Filipinas e Romênia também devem ser eleitos para os cobiçados postos do conselho. Anteriormente, a Mauritânia estava disputando uma das cinco vagas, mas desistiu da competição. Os membros não-permanentes exercem seu mandato por dois anos.