Brasil defende nova política de empréstimos em bancos mundiais

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 26 de março de 2003 as 11:54, por: cdb

Ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Guido Mantega afirmou, em Milão, Itália, que o Banco Interamericano de Desenvolvimento deveria rever a sua política de financiamento. Ele sugeriu que o Bid crie mecanismos para emprestar dinheiro quando os países mais necessitarem de recursos. Mantega também fez críticas à elevação, este ano, dos juros nas taxas de financiamento, em empréstimos feitos pelo Banco. “O Bid e outros organismos financeiros internacionais não podem agir como bancos comerciais”, disse Mantega.

De acordo com o ministro, as críticas aos organismos multilaterais e ao protecionismo aos países desenvolvidos ganharam apoio de governos importantes como o da Itália.

– Eu conversei com o ministro italiano e ele me disse que vê com simpatia as posições sobre o comércio internacional defendidas pelo Brasil e afirmou que o seu governo quer estreitar os laços com o Brasil. É um apoio importante pois a Itália será o próximo país a presidir a União Européia – lembrou.

O ministro Guido Mantega participou da 44ª Assembléia Anual de Governadores do BIRD, que terminou na manhã desta quarta-feira, em Milão. No sábado ele participará, em Brasília, na Granja do Torto, de uma reunião com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e com os presidentes do Banco Interamericano de Desenvolvimento e do Banco Mundial.