Brasil começa a fabricar camisinhas em 2007

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 24 de maio de 2006 as 11:59, por: cdb

O Brasil começará a fabricar camisinhas masculinas a partir de janeiro do ano que vem. As obras da primeira fábrica de preservativos no Brasil já começaram. A unidade está sendo construída em Xapuri, no Acre, e as camisinhas serão produzidas com látex natural da seringueira nativa.

Os preservativos masculinos serão entregues de graça em hospitais públicos e centros de saúde. A meta do Ministério da Saúde é fabricar 100 milhões de preservativos, o que corresponde a 10% do total distribuído no país.

A diretora do programa Nacional de Doenças Sexualmente Transmissíveis e Aids, Mariângela Simão, diz que com a construção da fábrica vão ser gerados 600 empregos e haverá uma melhoria na economia de região.

– Essa proposta da construção da fábrica no Acre busca não só uma maior autonomia para o país como um desenvolvimento sustentável da região. Mas também qualificar os seringueiros para a coleta da borracha de uma forma mais limpa e que permita que a borracha seja beneficiada para a produção do látex.

O Brasil iniciou a distribuição gratuita de preservativos em 1997 entregando 13 milhões e 400 mil unidades. Em 2002, esse número foi dez vezes maior. Para 2006, a meta é distribuir 1 bilhão de preservativos masculinos.