Brasil 1 trabalha para a próxima etapa da Volvo Ocean

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 16 de dezembro de 2005 as 13:05, por: cdb

Os tripulantes do Brasil 1 iniciam na próxima segunda-feira a preparação para a segunda etapa da Volvo Ocean Race, tradicional regata de volta ao mundo, na Cidade do Cabo, África do Sul. A regata local, chamada de in-port race, que conta pontos para a classificação geral, será disputada no dia 26 e a largada para Melbourne, na Austrália, está marcada para o dia 2 de janeiro.

– Aprendemos muito na primeira etapa. Fomos bem e acho que podemos ir melhor ainda – comenta Torben Grael, comandante da equipe. A próxima etapa sem dúvida será mais difícil, mas a terceira perna deve ser a mais complicada de todas –  prossegue, referindo-se ao trecho Melbourne-Rio de Janeiro, com uma parada rápida na Nova Zelândia.

A tripulação aproveitou dez dias de férias para se recuperar para as próximas 6,1 mil milhas náuticas, aproximadamente 11,4 mil quilômetros que serão percorridos entre a África do Sul e a Austrália.

– O barco se saiu bem nos momentos difíceis. Demos ênfase na confiabilidade durante a construção, justamente porque essa é uma regata disputada em condições extremas – comentou.

Os outros tripulantes brasileiros – João Signorini, André Fonseca e Marcelo Ferreira – viajam neste sábado. Na Cidade do Cabo, vão se encontrar com os neozelandeses Andy Meiklejohn e Stuart Wilson, com o espanhol Chuny Bermudez e com os novos integrantes da equipe: o timoneiro norueguês Knut Frostad e o navegador holandês Marcel van Triest.

Pela previsão inicial da equipe de terra, que trabalha desde a chegada do barco na África do Sul, o Brasil 1 deve voltar para a água na terça-feira. Na quarta, a postos, os tripulantes já estarão treinando para a in-port race.

O Brasil 1 divide o segundo lugar na classificação geral da Volvo Ocean Race com o sueco Ericsson, com 10,5 pontos. O líder é o holandês ABN Amro One, com 11,5. O ABN Amro Two está em quarto lugar, com 9,5 pontos, seguido do australiano Sunergy and Friends (5,5), do norte-americano Piratas do Caribe (3,5) e do espanhol movistar (3,0 pontos).