Boxeador que matou filha lutará em Atenas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 21 de junho de 2004 as 17:14, por: cdb

Pownceby, que em 1995 foi condenado pelo assassinato de sua filha, de apenas cinco meses de idade, e por outros sete crimes, será o único representante da equipe neozelandesa que participará da Olimpíada de Atenas.

A TV New Zealand revelou que, desde então, Pownceby, que na época era conhecido como Soulan Rikihana foi declarado culpado em outros sete crimes, o mais recente por estupro a uma mulher há quatro anos.

A informação da televisão não disse se Pownceby cumpriu condenação por seus crimes, mas o atleta manifestou à TVNZ que não negava seu passado.

– Fiz muitos sacrifícios para chegar até aqui, longe dos bandos de delinqüentes e dos crimes, e não é fácil para alguém que tenha estado em minha situação – afirmou Pownceby.