Botafogo perde quinta partida consecutiva

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 7 de novembro de 2002 as 23:29, por: cdb

Numa das piores partidas deste Campeonato Brasileiro, o Paraná Clube derrotou o Botafogo por 2 x 0, na noite dessa quinta-feira, em Curitiba. Com o resultado, o time paranaense saiu da zona de rebaixamento e agora está em 18o lugar. Já o Glorioso perdeu o quinto jogo consecutivo e continua em último lugar na competição, bem perto da segunda divisão em 2003.

Botafogo e Paraná Clube entraram em campo com a corda no pescoço e, aparentemente, os jogadores de ambos os times combinaram que estavam ali para irritar a torcida. Tudo saía errado: quase não houve chutes a gol, a maioria dos passes a bola caía nos pés do adversário e alguns, como o zagueiro Roberto e o zagueiro Allan, desprovidos de mais talento, abusaram nos pontapés.

Num jogo tão ruim tecnicamente, o Paraná Clube abriu o placar aos 33min: o atacante Maurício cobrou escanteio da direita do ataque e o zagueiro Fábio Luís, livre de marcação na grande área, não precisou nem pular para a acertar uma cabeçada no canto esquerdo do goleiro Carlos Germano, que ficou parado no lance. A bola ainda bateu no pé da trave antes de estufar a rede alvinegra.

A passividade do Botafogo impressionava. O time não teve sequer uma chance cristalina de gol. Marcos, o camisa 1 do Paraná Clube, a rigor só trabalhou duas vezes e sem muito esforço: a primeira aos 18min, quando se antecipou ao volante Galeano, após falta cobrada pelo ala Léo Inácio. E outra aos 42min, quando o lateral Bruno finalizou rasteiro, de fora da área, e ele defendeu com segurança.

No segundo tempo, o festival de jogadas erradas continuou. Logo aos 2min, Fabinho cruzou da esquerda e o atacante Márcio, livre na frente de Carlos Germano, fez o mais improvável: chutou para fora. Em seguida, o atacante Ademílson tentou cavar um pênalti e recebeu com justiça cartão amarelo.

Carlos Alberto teve chance de empatar de cabeça para o Botafogo, mas quem fez gol foi o Paraná Clube: aos 27min, Márcio recebeu ótimo passe do meia Valdir, que havia acabado de entrar em campo, e, novamente livre na frente de Germano, dessa fez não perdoou, finalizando na saída do goleiro alvinegro.

PARANÁ CLUBE 2 x 0 BOTAFOGO

Paraná Clube
Marcos; Roberto, Cristiano e Fábio Luís; Cris, Goiano, Émerson, Alexandre (Valdir) e Fabinho; Maurílio e Márcio
Técnico: Caio Júnior

Botafogo
Carlos Germano; Gilmar, Cléberson e Allan; Bruno, Carlos Alberto (Reinaldo), Márcio Gomes (Esquerdinha), Galeano e Léo Inácio; Ademílson e Rodrigão (Rogério)
Técnico: Ivo Wortmann

Data: 7/11/2002 (quinta-feira)
Local: Pinheirão, em Curitiba
Juiz: Antônio Pereira da Silva (Fifa-GO)
Cartões amarelos: Roberto, Allan, Cléberson e Ademílson,
Gols: Fábio Luís, aos 33min do primeiro tempo; Márcio, aos 27min do segundo tempo