Botafogo estréia com derrota

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 19 de janeiro de 2003 as 21:59, por: cdb

Dois erros da defesa do Botafogo – o primeiro deles uma falha incrível do goleiro Max – deram ao Bangu os dois gols da derrota de 2 x 1 do Alvinegro, na estréia dos dois times no Campeonato Carioca, na tarde deste domingo, em Moça Bonita.

O Botafogo começou pressionando muito, dando a idéia de que daria trabalho à defesa banguense. Mas, o ataque alvinegro não chegava a ameaçar o gol adversário. Já o Bangu, mesmo jogando em casa, preferia ficar na espera, subindo só de vez em quando – embora as melhores chances do primeiro tempo tenham sido do time alvirrubro. O Glorioso só levou perigo à meta de Braz aos 30min do primeiro tempo. Camacho pegou um rebote e chutou para boa defesa do goleiro alvirrubro.

No segundo tempo, pouca coisa se alterou. Mas, aos 11min, o goleiro Max cometeu uma falha incrível. Depois de formar a barreira para a cobrança de falta, Max deslocou-se para a direita e não viu quando Léo bateu no canto que ele deixara. Quando a bola entrou, o goleiro estava de costas.

A tentativa de mudar o time feita por Levir Culpi não deu muito resultado. Primeiro porque, precisando de gols, o técnico tirou Geraldo, um atacante deslocado para o meio, e pôs o volante Almir. Depois, porque o Bangu se retraiu ainda mais com a vantagem no placar, passando a jogar exclusivamente nos contra-ataques.

Num deles, aos 32min, a defesa alvinegra tentou fazer linha de impedimento, mas falhou. Fabiano entrou livre e tocou para João Rodrigo, que vinha de trás, marcar o segundo.

O Botafogo continuou pressionando e, aos 40min, Marquinhos derrubou Renatinho na área e o juiz deu pênalti. Fábio bateu e descontou. Mas, foi pouco. Nas arquibancadas, o coro cruel “ão, ão, ão, Segunda Divisão”, era a triste trilha sonora da desastrosa estréia do Alvinegro na temporada 2003.

BANGU 2 x 1 BOTAFOGO

Bangu
Braz, Marquinhos, Kléberson, Naílton e China; William, Élder, Beto (Edílson) e Léo (Léo Zuin); Fabiano (Alexandre) Silva e João Rodrigo
Técnico: Tita

Botafogo
Max, Rodrigo Fernandes, Allan, Gilmar e Renatinho; Túlio, Márcio Gomes, Geraldo (Almir) e Camacho; Daniel e Fábio
Técnico: Levir Culpi

Data: 19/1/2003 (domingo)
Local: estádio de Moça Bonita
Juiz: Luís Antônio dos Santos
Cartões amarelos: Rodrigo Fernandes, Gilmar (Botafogo), Léo, João Rodrigo, Élder, Kléberson (Bangu).
Cartões vermelhos: Élder.
Gols: Léo, aos 11min; João Rodrigo, aos 32min, e Fábio, aos 41min do segundo tempo.