Bons hábitos ‘aumentam vida em até 12 anos’, dizem cientistas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 26 de abril de 2006 as 23:51, por: cdb

O hábito de comer mais frutas e vegetais e de fazer exercícios físicos pode aumentar a expectativa de vida de uma pessoa em até 12 anos, segundo um estudo feito pela Universidade de Cambridge. A pesquisa está sendo usada como base para uma nova campanha de saúde do governo britânico intitulada Pequena Mudança, Grande Diferença.

O levantamento foi dirigido pela professora Kay-Tee Khaw, da Clínica de Gerontologia do Hospital Addenbrooke ligado à Universidade de Cambridge. Foram analisados casos de cerca de 22 mil pessoas, entre 45 e 79 anos, em Norfolk.

Fumo

Comer cinco porções de frutas ou vegetais ao dia ou fazer exercícios moderados, como uma caminhada após o almoço, podem aumentar a expectativa de vida em três ou quatro anos, segundo o estudo. Mudanças na rotina alimentar e física e abandono do hábito de fumar podem aumentar a expectativa de vida entre 11 e 12 anos.

A campanha do governo britânico estimula as pessoas a incorporar no dia-a-dia pequenas mudanças que possam refletir positivamente na saúde. Profissionais de diferentes áreas necessitam de quantidades distintas de exercício físico. Quem trabalha em escritório precisa de uma hora a mais de atividade física. Uma cabeleireira e um vendedor de loja necessitam de 30 minutos. Já uma faxineira ou um operário de obra já fazem o suficiente em termos de exercícios físicos.

Mas é preciso ficar atento à alimentação, salienta a campanha. O estudo sugere que se tome um suco ao invés de chá preto, café ou refrigerante. Outras dicas são adicionar tomates e cogumelos na pizza e, na hora do lanche, comer uma fruta ao invés de salgadinhos ou chocolate.