Bonde: Moradores fazem homenagem a motorneiro

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 2 de setembro de 2011 as 14:02, por: cdb
Moradores dizem que um bonde de Santa Teresa faz passeios exclusivos para turistas

Moradores de Santa Teresa e amigos de Nelson Correa da Silva participaram de missa nesta sexta-feira para homenagear o motorneiro que morreu, depois que o bonde tombou no bairro do Centro do Rio. O acidente do último sábado deixou cinco mortos e mais de 50 feridos. A circulação dos bondinhos está suspensa desde que o acidente ocorreu.

A missa, que aconteceu na Rua Joaquim Murtinho, na capela Religiosas de Maria Imaculada, foi organizada por freiras. A igreja fica na mesma rua do acidente. Nenhum familiar de Nelson esteve na solenidade, mas muitos amigos que trabalhavam com a vítima foram prestar suas homenagens.

O corpo da menina Maria Eduarda Dourado, de 12 anos, uma das cinco pessoas do bonde, foi cremado na manhã desta sexta-feira. A cremação aconteceu no crematório do Cemitério do Caju, na Zona Portuária, e as informações foram confirmada pelo próprio cemitério.
Bonde turístico especial

O bonde de Santa Teresa é um transporte público, mas moradores do bairro foram barrados no veículo ao tentar embarcar em viagens exclusivas para turistas, conforme um vídeo divulgado na Internet.

As imagens flagraram o momento em que um jovem pede para subir no transporte e é recusado. A Secretaria Estadual de Transporte assumiu que as viagens só para turistas são autorizadas, mas só aos sábados.

Os moradores, no entanto, afirmam que isso ocorre em dias úteis também. O Detro, que está fazendo intervenção no sistema de bondes, vai investigar o caso.

Segundo a secretaria, o bonde turístico especial faz três viagens – às 14h, 16h e 18h – com tarifa de R$ 6. O órgão afirma ainda que o bonde turístico era público e a única forma de fazer uma viagem exclusiva era comprando todos os bilhetes.

O secretário estadual de Transportes, Júlio Lopes, está na mira do Ministério Público. O Procurador-Geral de Justiça, Cláudio Soares Lopes, instaurou inquérito criminal para investigar a responsabilidade do secretário no acidente em Santa Teresa.

Lopes acumula a secretaria com a presidência da Central Logística, empresa que controla os bondinhos. No início da semana, ele disse que não tinha “responsabilidade direta” no acidente.