Bon Jovi foi a banda que mais faturou em 2010

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 29 de dezembro de 2010 as 11:19, por: cdb
Bon Jovi também brilhou apesar de as vendas terem caído num período de retração da economia

Bon Jovi pode ter sido esnobado há pouco tempo pela Calçada da Fama do Rock and Roll, mas a banda veterana ainda termina o ano como uma das principais atrações de concertos no mundo, de acordo com uma publicação de negócios.

O grupo vendeu US$ 201,1 milhões em ingressos, divididos quase igualmente entre a América do Morte o restante do mundo, segundo a revista Pollstar. Seu sucesso é notável, considerando que estava promovendo um álbum de 2009 que não teve fortes vendas.

Bon Jovi também brilhou apesar de as vendas terem caído num período de retração da economia. A Pollstar afirmou que as vendas das 50 principais turnês de artistas pelo mundo caíram 12%, ficando em US$ 2,93 bilhões. Na América do Norte, a queda foi de 15% entre as 50 maiores turnês, que arrecadaram US$ 1,69 bilhão.

Os concertos no exterior estão ficando cada vez mais lucrativos para os músicos, especialmente pelo fato de a infraestrutura estar melhorando na Ásia e nos países da antiga União Soviética, assinalou a Pollstar.

O rock pesado como o do AC/DC aparece na lista como o No. 2 e a banda irlandesa U2 é a No. 3, depois de terem obtido toda a sua renda no exterior. O AC/DC faturou US$ 177 milhões, e o U2, US$ 160,9 milhões. O U2 foi o No. 1 em 2009, com US$ 311 milhões, seguido do AC/DC, com US$ 227 milhões.

Num meio dominado por roqueiros, a fulgurante pop star Lady Gaga foi a No. 4 este ano com US$ 133,6 milhões. Ela foi a que deu mais duro do que qualquer outro músico na lista dos 10 mais: fez 138 shows, dos quais dois terços no exterior.

Bon Jovi fez 80 shows, o AC/DC, 40 e o U2, apenas 32.

A banda Metallica é a No. 5, com US$ 110,1 milhões obtidos em 60 shows no exterior. Tanto a Metallica como o AC/DC lançaram álbuns pela última vez em 2008 e se apoiaram em seu catálogo de sucessos para atrair os fãs.

Em sexto lugar aparece o cantor canadense Michael Buble, com US$ 104,2 milhões, o show ao vivo familiar Walking with Dinosaurs (No. 7, com US$ 104,1 milhões), Paul McCartney (No. 8, com US$ 93 milhões), Eagles (No. 9, com US$ 92, 3 milhões e Roger Waters, ex-Pink Floyd (No. 10, com US$ 89,5 milhões).