Bomba mata cinco pessoas no Paquistão

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 12 de junho de 2006 as 09:11, por: cdb

A explosão de uma bomba, nesta segunda-feira, na cidade de Quetta, no sudoeste do Paquistão, deixou cinco mortos e 17 feridos, informou a rede de televisão local <i>Geo</i>.

O incidente aconteceu hoje perto de uma parada de ônibus e de um pequeno hotel dessa cidade paquistanesa, capital da província de Baluchistão, disseram à Efe fontes policiais.

Segundo a <i<Geo</i>,  a bomba – que pesava dois quilos e estava supostamente em uma bicicleta – explodiu por volta das 10h30 (2h30 de Brasília), horário em que as ruas estavam cheias de pessoas.

Testemunhas citadas pela tv afirmaram que a forte explosão quebrou os vidros dos edifícios ao redor.

Pelo menos 17 pessoas foram internadas no Hospital Civil de Quetta, onde vários estão em estado grave.

Fontes policiais em Quetta não descartam o envolvimento de grupos separatistas no atentado.

Ontem, também no Baluchistão, cinco supostos insurgentes morreram e onze ficaram feridos em um confronto com as forças de segurança paquistanesas, disseram hoje fontes oficiais.

Um grupo de militantes separatistas atacou ontem à noite um posto policial perto de Sangsila, a mais de 350 quilômetros de Quetta, mas só houve baixas entre os atacantes, segundo um porta-voz do Governo provincial de Baluchistão.

Nesta zona tribal atua o grupo separatista Exército de Libertação de Baluchistão (BLA), que diz lutar pelos direitos do povo desta região, conhecida por sua riqueza na mineração.

Os separatistas consideram que o Governo de Islamabad não concede os benefícios correspondestes, e que exploram os recursos da zona sem atender suas necessidades de desenvolvimento.