Bomba mata cinco iraquianos e deixa 15 feridos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 27 de janeiro de 2005 as 06:45, por: cdb

Cinco iraquianos morreram e 15 ficaram feridos esta quinta-feira na explosão de uma bomba ao sul de Bagdá, durante a passagem de um comboio militar iraquiano.

– Cinco civis morreram e outras 15 pessoas ficaram feridas, duas em estado grave, no ataque na estrada entre Mahmudiya e Latifiya. – declarou o médico Daud Jasemm al-Tai, do hospital geral de Mahmudiya.

Quatro soldados estão entre os feridos, disse.

O ataque, cometido às 8h30 locais (3h30 de Brasília), aconteceu durante a passagem de um comboio do exército iraquiano por um local onde as pessoas se reúnem para comercializar gado na estrada principal.

Além disso, bombas de fabricação caseira foram detonadas em três locais de votação nos arredores de Kirkuk e na passagem de um comboio americano pelo centro desta cidade do norte do Iraque, sem provocar vítimas, informou a polícia.

– Um centrou de votação 10 km ao norte de Kirkuk e outros dois ao leste da cidade foram atacados. – disse o general Sarhad Kader Mohammad.

– Um artefato explodiu perto da Academia de Polícia de Kirkuk, na passagem de um comboio militar americano, sem provocar danos ou vítimas. – afirmou.

Na noite de quarta-feira, dois civis iraquianos ficaram feridos na queda de um obus de morteiro perto de uma delegacia em Kaza, 10 km ao sul de Kirkuk.

Sete iraquianos morreram e oito ficaram feridos em dois atentados suicidas com carros-bomba cometidos simultaneamente na quarta-feira diante de uma delegacia nas proximidades de Kirkuk, 250 km ao norte da capital.

Mais ao sul, em Tikrit, um policial morreu e outro ficou ferido na explosão de uma bomba na passagem de seu veículo, informou o tenente-coronel Assem Mohamed.