BNDES aprova crédito para empresa de móveis investir em inovação

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 27 de fevereiro de 2007 as 20:46, por: cdb

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou nesta terça-feira a aprovação do primeiro financiamento para inovação no setor de fabricantes de móveis. A empresa Giroflex, instalada em São Paulo, receberá crédito de R$ 16,8 milhões para investir em pesquisa e desenvolvimento de novos produtos.

Para o vice-presidente da Associação Brasileira das Indústrias do Mobiliário (Abimóvel), Cláudio Grineberg, a linha de inovação – uma das prioridades do BNDES – é importante para as empresas nacionais do setor moveleiro ganharem competitividade.

Grineberg disse que a melhoria de produtos e processos pode ampliar a participação nos mercados interno e externo, compensando dificuldades causadas pela valorização do real frente ao dólar.

– O setor está seriamente atingido pela cotação do dólar. As exportações têm certa desvantagem. Nossos preços deixam de ser competitivos -, disse.

Ele esclareceu que, em função do câmbio, as indústrias de móveis têm se voltado para o mercado interno. E que para estimular as exportações, que apresentam média anual em torno de US$ 1 bilhão, o setor está desenvolvendo um programa de participação em feiras e eventos no exterior, em parceria com a Agência de Promoção das Exportações do governo federal (Apex Brasil).

Como há muitos empreendimentos familiares, a maioria de micro e pequeno porte, o setor moveleiro estima a existência de até 22 mil empresas, com 227 mil trabalhadores (dados de 2005).