Bloco quer auditoria às contas da Madeira

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 1 de setembro de 2011 as 09:30, por: cdb

O candidato bloquista às eleições regionais na Madeira quer que sejam apuradas responsabilidades pelo desvio de 500 milhões de euros e passadas a pente fino as contas de todo o sector público empresarial da Região.Artigo |1 Setembro, 2011 – 16:14Roberto Almada diz que “a realidade em 2011 será no mínimo catastrófica” para as finanças públicas madeirenses.

Para Roberto Almada, uma auditoria é “fundamental para percebermos exactamente quanto devemos, o que devemos e o que foi feito a tanto dinheiro que entrou na Madeira ao longo dos últimos anos”.

Nas contas do Bloco, a Madeira tinha no fim do ano passado 1094 milhões de dívida directa, 1445 milhões de dívida indirecta, 242 milhões de encargos assumidos e não pagos e 2000 milhões de avales concedidos a empresas do sector público empresarial, relata o Diário de Notícias da Madeira.

“Se no final do ano de 2010 os encargos financeiros aproximavam-se já dos cinco mil milhões de euros, a realidade em 2011 será no mínimo catastrófica”, alertou o primeiro candidato do Bloco às eleições de Outubro. Para Roberto Almada, esta “catástrofe” que “terá de ser paga em dobro pelos madeirenses”. “O Bloco não aceita que os madeirenses tenham que cumprir dois programas de austeridade: o nacional e um regional”.

Artigos relacionados: “Chegou a hora de aposentar Alberto João Jardim”