Bispo Rodrigues diz não ter ligações com desvios na Loterj

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 30 de março de 2004 as 03:23, por: cdb

O deputado federal Carlos Alberto Rodrigues, o Bispo Rodrigues (PL-RJ), prestou depoimento na última segunda-feira no inquérito do Ministério Público do Rio sobre o desvio de dinheiro da loteria do estado (Loterj) na época em que era presidida pelo ex-assessor do Palácio do Planalto Waldomiro Diniz.
 
No depoimento, segundo o ‘Jornal Nacional’, da TV Globo, ele confirmou que o PL indicou dois diretores da Loterj, mas garantiu que a sugestão do nome de Waldomiro para o cargo no governo de Anthony Garotinho foi do PT.

Bispo Rodrigues foi expulso da Igreja Universal do Reino de Deus em fevereiro depois de ter o nome ligado a denúncias de desvio de dinheiro da loteria do Rio para beneficiar políticos. Ele negou envolvimento no escândalo.

– Quero isso bem investigado, porque preciso ter meu nome limpo – disse.

Falta apenas o depoimento de Waldomiro Diniz para o fim do inquérito. Ele já foi convocado para depor, mas seus advogados conseguiram um adiamento. Nova data deve ser marcada nos próximos dias para que os promotores possam ouví-lo.