BENTO XVI RECEBE ‘MINISTROS’ DO VATICANO PARA DEBATER VATILEAKS

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 23 de junho de 2012 as 11:27, por: cdb

CIDADE DO VATICANO, 23 JUN (ANSA) – O papa Bento XVI recebeu hoje os responsáveis dos dicastérios do Vaticano – equivalente aos ministérios na Cúria romana -, além de outros cardeais para examinar com eles o vazamento de documentos secretos para a imprensa italiana, no caso que ficou conhecido como Vatileaks.
   
O porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, afirmou que o “Santo Padre está aprofundando suas reflexões no diálogo contínuo com as pessoas que compartilham com ele a responsabilidade do governo da Igreja”.
   
Após a reunião matutina com os responsáveis dos dicastérios, Bento XVI convocou, segundo Lombardi, “alguns membros do colégio de cardeais que, por causa da extensa e variada experiência no serviço da Igreja, podem dividir com ele considerações e sugestões para contribuir para o desejado restabelecimento do clima de serenidade e confiança em relação ao serviço da Cúria romana”.
   
O porta-voz acrescentou que o Papa está muito interessado nas investigações sobre o caso Vatileaks, como demonstrou sua reunião realizada no sábado passado com a comissão de investigação, presidida pelo espanhol Julián Herranz, na qual “quis ser informado da maneira mais ampla sobre o desenvolvimento das investigações”.
   
Os analistas de assuntos do Vaticano destacam que Bento XVI poderia, enquanto Pontífice máximo, adotar qualquer decisão sobre o caso sem ter que passar por investigações e processos, mas que está demonstrando um apego rigoroso aos procedimentos do direito canônico, com a evidente intenção de envolver toda a Cúria na solução do caso.
   
Até o momento, a única pessoa presa no âmbito da investigação é Paolo Gabriele, ex-mordomo do Papa, preso em 24 de maio, depois que foram encontrados documentos secretos em sua casa, dentro do território da Cidade do Vaticano. (ANSA)