Bebida alcoólica aumenta em 40% risco de câncer de mama

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 16 de novembro de 2002 as 23:47, por: cdb

A bebida alcoólica aumenta em 40% o risco de câncer de mama. Um estudo feito recentemente na Inglaterra, com 100 mil mulheres, constatou que o álcool aumenta a velocidade de reprodução das células e uma desestrutura em sua multiplicação caso seja detectada malignidade.

Em entrevista ao programa Revista Brasil, da Rádio Nacional AM, o chefe da Divisão de Ações de Detecção Precoce do Instituto Nacional do Câncer (Inca), Luis Cláudio Tulher, disse que as mulheres que consomem alimentos ricos em gordura, não praticam exercícios físicos regulares e não fazem uso de verduras e legumes na sua alimentação têm o risco aumentado para o câncer de mama.

“Uma série de fatores está associada aos bons hábitos de vida, principalmente, os alimentares que podem ser praticados, diminuindo, dessa forma, a incidência da doença”, ressaltou. Ele explicou que o Inca recomenda que mulheres que tenham mãe ou irmã vítimas da doença procurem um médico ou posto de saúde mais próximo para terem suas mamas checadas, uma prevenção que deve ser feita anualmente.

O câncer de mama, conforme Tulher, é causado por vários fatores, como os hormonais, obesidade e casos da doença na família, principalmente em mulheres com mais de 50 anos. Ele aconselha que a pessoa não consuma álcool em excesso e tenha uma vida saudável.