Base governista fica com 14 das 20 comissões da Câmara

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 8 de fevereiro de 2007 as 17:59, por: cdb

Em uma reunião, nesta sexta-feira, entre os líderes partidários e o presidente da Casa, Arlindo Chinaglia (PT-SP) foram definidas as 20 presidências de comissões técnicas da Câmara dos Deputados. O bloco formado pelo PMDB/PT/PP/PR/PTB e outros pequenos partidos ficou com a presidência de 11 comissões técnicas. Entre elas, a de Constituição e Justiça e a de Finanças e Tributação. O bloco formado por PDT/PSB/PCdoB e outros ficou com a presidência de três comissões.

Juntos os partidos da base aliada ao governo federal vão controlar 14 das 20 comissões. O bloco da oposição, formado por PSDB/PFL/PPS ficou com as presidências de seis comissões. O PDSB, com a terceira maior bancada da Câmara vai comandar as comissões de Ciência e Tecnologia, Meio Ambiente, e Segurança Pública. O PFL fica com as comissões de Seguridade Social e Agricultura e o PPS, com a Defesa do Consumidor.

Os nomes para ocupar os cargos deverão ser apresentados até terça-feira da próxima semana. O líder do PFL, Onnyx Lorenzoni (RS), elogiou a divisão das 20 comissões técnicas de acordo com a proporcionalidade dos blocos. Segundo ele, isso dá mais segurança e representativadade às decisões.

O PMDB, maior bancada da Câmara, vai presidir as comissões de Constituição e Justiça, Educação e Cultura, e Viação e Transportes. O PT, com a segunda maior bancada, ficou com as presidências de Finanças e Tributação, Direitos Humanos, e Desenvolvimento Urbano.

O PP vai presidir as comissões de Minas e Energia, e Fiscalização Financeira. O PSB também fica com duas: Turismo e Desporto, e Integração Nacional. O PTB vai presidir a comissão de Trabalho. O PDT, a de Relações Exteriores e o PSC, a de Legislação Participativa. O PR ficará com a Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio.