Bandidos explodem granada em Ciep durante confronto

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 17 de novembro de 2006 as 10:18, por: cdb

Por volta das 4h desta sexta-feira, traficantes de favelas do Complexo da Maré realizaram uma falsa blitz, segundo uma das vítimas, a 25 metros do portão de entrada do 22º BPM (Maré), na Linha Vermelha, uma das principais vias expressas da cidade.

Quatro pessoas que estavam no Fiat Marea verde LNV-1704, foram feridas de raspão durante a tentativa de roubo.

Durante a investida, o motorista, José Mario Dias, 28 anos, conseguiu arrancar com o carro e os quatro ocupantes ficaram feridos por estilhaços de vidro e de raspão por balas de fuzil. Eles buscaram socorro na 21ª DP (Bonsucesso).

José Mário disse que se aproximava do 22º BPM e avistou um homem na pista a cerca de 100 metros. O homem, armado com fuzil, estava agachado na via com a cabeça coberta por uma camisa, tendo apenas os olhos de fora.

O bandido, segundo Mário, atirou e ele reduziu a velocidade, até chegar bem próximo, onde viu junto ao canto da pista, outros seis homens armados de fuzil. Nervoso, arrancou com o carro e só parou quando o carro enguiçou na Linha Amarela, nas proximidades da delegacia de Bonsucesso.

– A gente vê acontecer com os outros e não tem a idéia de como é de verdade viver esse momento. Eu sei que nasci de novo e não vou sair mais à noite. Vou ficar em casa porque outra sorte dessa eu não vou ter tão cedo, – disse Mário.

Depois dos tiros disparados contra os ocupantes do Marea, houve troca de tiros entre policiais e bandidos.

Os bandidos fugiram para o interior da Vila dos Pinheiros e atacaram os policiais que faziam patrulhamento no local jogando uma granada. O artefato caiu em um Centro Integrado de Educação Pública (Ciep) que fica ao lado do 22º BPM (Maré) mas, segundo a policia, não feriu ninguém.
 
Ainda segundo a polícia, bandidos que estavam em um Astra prata de quatro portas e em uma caminhonete Ford Ranger, trafegavam pela pista sentido Ilha do Governador e foram perseguidos por vários patrulhas, mas desapareceram em alta velocidade.