Banco do Nordeste reduz taxas de juros mensais

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 19 de setembro de 2003 as 11:41, por: cdb

Depois do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal, o Banco do Nordeste do Brasil (BNB) decidiu também reduzir as suas taxas de juros mensais, acompanhando a queda da taxa Selic em 2 pontos percentuais, definida em reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central nesta semana. A taxa atual é de 20% ao ano.

Os juros cobrados no cheque especial para as empresas foram reduzidos pelo BNB de 4,75% para 4,5% ao mês, e para as pessoas físicas que têm conta-salário, de 5,96% para 5,78% ao mês. Para os demais clientes, a taxa do cheque especial caiu de 6,73% para 6,55% ao mês.

O superintendente de Negócios do BNB, Jofran Peixoto, informou que a redução dos juros também beneficiou novas operações de créditos comerciais, ao proporcionar mais facilidade no acesso ao crédito. “Estamos seguindo a política do Governo Federal, com o objetivo de contribuir para o crescimento do País e, mais especificamente, do Nordeste”, disse.

Peixoto acrescentou que o BNB já está operando a nova linha de financiamento do programa de microcrédito, que também reduziu seus encargos financeiros – juros de 2% ao mês, para operações que variam de R$ 100 a R$ 1.000. Para essa modalidade, informou, o Banco tem disponíveis R$ 40 milhões do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), mais uma parcela de recursos próprios.