Bahia ganha primeira unidade de produção de biodisel da Petrobras

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 9 de novembro de 2006 as 19:40, por: cdb

A Petrobras anunciou a construção de três unidades de produção de biodiesel, nas cidades de Montes Claros (MG) e Quixadá (CE) e Candeias (BA). Esta última, cujo contrato foi assinado na quarta-feira pela estatal e pela empresa de engenharia Intecnial, será a primeira planta desse tipo na Bahia. Os investimentos somam R$ 78 milhões e a produção será de 57 milhões de litros por ano.

Segundo a Petrobras, a nova unidade deve entrar em operação no final de 2007, gerando cerca de 500 empregos diretos e indiretos durante o período de construção e montagem. Os principais insumos para a produção do biodiesel serão os óleos vegetais de dendê, algodão, mamona e soja. A estatal ressalta que também poderão ser usados oleaginosas como girassol, amendoim e gergelim, além de gordura animal e do álcool.

A produção de oleaginosas será desenvolvida no entorno da planta industrial e poderá gerar emprego e renda para cerca de 25 mil famílias de agricultores da região. A Petrobras informou, ainda, que começou a negociar com organizações que representam a agricultura familiar para obter o Selo Combustível Social, certificado concedido pelo Ministério de Desenvolvimento Agrário aos produtores que estimulam a inclusão social da agricultura familiar.

Ainda de acordo com a estatal, o Banco do Brasil e o Banco do Nordeste do Brasil ficarão a cargo do financiamento para o desenvolvimento da agricultura familiar, enquanto a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) deve contribuiro com a tecnologia agrícola.
A construção das unidades de Montes Claros e Quixadá só começará quando a estatal receber as Licenças de Instalação, a serem concedidas pelos respectivos órgãos ambientais de cada estado.

O Programa Nacional de Produção e Uso do biodiesel estabelece, que a partir de janeiro de 2008, a adição de 2% de biodiesel ao diesel convencional será obrigatória. Também está prevista a mistura de até 5%.